Malva Field, Submerged
17

.

01

.

2020

|

07

.

03

.

2020

"Em Malva field, submerged, Alice dos Reis (Lisboa, 1995), imaginou um cenário situado num futuro próximo no qual uma epidemia de E.coli generalizada é enfrentada por um grupo de mulheres que procuram cuidar dos afligidos tratando coletivamente massas de água aparentemente díspares, os nossos corpos e os oceanos, com uma versão de flor de malva que modificam geneticamente—flor essa tradicionalmente usada para aliviar sintomas de infeções por E.coli—a qual plantam debaixo de água. (...)
Malva field, submerged afirma o compromisso de dos Reis para com as poéticas e práticas de ‘fabulação crítica’, um termo introduzido pela teórica Negra Saidiya Hartman de modo a revelar lacunas e silêncios na esteira e poder do arquivo, combinando as forças da pesquisa histórica com a teoria crítica e a narrativa ficcional . Na luta contínua contra o patriarcado, o especismo e a mudança climática, o trabalho de dos Reis contribui com uma compreensão mais ampla e multidimensional do que significa ser humano, propondo a questão: como poderia ser uma política feminista na perspetiva do microbioma?"

SOFIA LEMOS
Excerto do texto da exposição

FOLHA DE SALA

fechar

anterior

Seguinte