Ramiro Guerreiro

1978, Lisboa, (PT).
Vive e trabalha em Lisboa.

Imagens

Image

Project Room. Curadoria de Antonia Gaeta, ensaio para o stand da EGEAC, ARCOmadrid 2019 (ES).

Image

10.10.10 Arte entre Cidades. Curadoria de Gabriela Raposo, Adega de Olhalvo, Alenquer (PT), 2018.

Image

Mistake! Mistake! said the rooster… and stepped down from the duck. Curadoria de Jürgen Bock, Lumiar Cité, Lisboa (PT), 2017.

Image

The House of Dust. Curadoria de Sébastien Pluôt, Maud Jacquin e Sylvie Boulanger, CNEAI= Pantin (FR), 2017.

© NICOLAS GIRAUD
Image

Abrigo para um só corpo. Live performance, École Supérieur de Beaux Arts, Angers (FR), 2017.

Image

Portfolio - La Pubblicitá. Live performance, curadoria de Ricardo Nicolau para "O Museu como Performance", Museu de Serralves, Porto (PT), 2016.

Image

Já reparaste como um ponto de interrogação parece uma orelha e, como a interrogação se faz escuta? Curadoria de Maria do Mar Fazenda, Atelier-Museu Júlio Pomar, Lisboa (PT), 2016.

Image

Austerity - International Style - Spring / Summer 2016. Künstlerhaus Bethanien, Berlin (DE), 2015.

Image

Instructions. Curadoria de Maria do Mar Fazenda, Espaço Arte Tranquilidade, Lisboa (PT), 2013.

Image

Homógrafo. Live performance, curadoria de Isabel Carlos para o programa de performance paralelo à exposição “Sob o Signo de Amadeo”, CAM, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa (PT), 2013.

Image

A Natureza Ri da Cultura. Curadoria de Maria do Mar Fazenda, Museu da Luz, Aldeia da Luz (PT), 2013.

Image

Marseille. Curadoria de Martine Robin, Galerie du Château de Servières, Marselha (FR), 2013.

Image

Corredor com abertura zenital. Curadoria de Antonia Gaeta, Carpe Diem Arte e Pesquisa, Lisboa (PT), 2011.

Image

Resto. Curadoria de Antonia Gaeta, Pavilhão Branco, Lisboa (PT), 2011.

Image

Resto. Curadoria de Antonia Gaeta, Pavilhão Branco, Lisboa (PT), 2011.

Image

The Multicultural in our Time. Curadoria de Manu Park, Gyeonggi MoMA, Ansan (KR), 2010.

Image

The Multicultural in our Time. Curadoria de Manu Park com “Le Pavillon” Palais de Tokyo, Gyeonggi MoMA, Ansan (KR), 2010.

Image

Ce Monde Impitoyable. Curadoria de Florence Ostende e Haizea Barcenilla, Module hors les murs, Orangerie do Chateau de Chamarande (FR), 2010.

Image

Trabalhar Cansa. Curadoria de Maria do Mar Fazenda, Espaço Arte Contempo, Lisboa (PT), 2006.

© CATARINA BOTELHO

EDUCAÇÃO

2001 - 2005

Programa de Estudos Independentes, MAUMAUS Escola de Artes Visuais, Lisboa (PT).

2002

International Summer Art School’s meeting at Frankfurt Am Mein Städelschule (DE).

1997 - 2001

Frequência em Arquitetura na FAUP - Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, Porto (PT).

Exposições Individuais / Performances

2019

Moi Aussi... Lehmann + Silva, Porto (PT).

2018

10.10.10 Arte entre Cidades. Curadoria de Gabriela Raposo, Adega de Olhalvo, Alenquer (PT).*

2017

The T.I.N.A. Pamphlet. Curadoria de Estelle Nabeyrat, πνεῦμα / Pneuma Project, Lisboa (PT).
Abrigo para um só corpo. Live performance, École Supérieur de Beaux Arts, Angers (FR).

2016

Portfolio - La Pubblicita e J.W.Thorning em Chamarande. Live performances, curadoria de Ricardo Nicolau para "O Museu como Performance", Museu de Serralves, Porto (PT).
Modelar. Live performance, curadoria do colectivo A Sala, Maus Hábitos, Porto (PT).

2015

Austerity - International Style - Spring / Summer 2016. Künstlerhaus Bethanien, Berlin (DE).
BlackBox e J. W. Thorning em Chamarande. Live performances, curadoria de Mariana Brandão, Arquipélago Centro de Artes, Ilha de São Miguel (PT).
Scriptorium. Galeria Belo-Galsterer, Lisboa (PT).

2013

Marseille. Curadoria de Martine Robin, Galerie du Château de Servières, Marselha (FR).
Homógrafo. Live performance, curadoria de Isabel Carlos para o programa de performance paralelo a exposição “Sob o Signo de Amadeo”, CAM, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa (PT).*
Instructions. Curadoria de Maria do Mar Fazenda, Espaço Arte Tranquilidade, Lisboa (PT).

2012

Coreography for L.A. Curadoria de Susana Pomba, Old School, Lisboa (PT).
Intervention on a Store Window. Curadoria de Claire de Santa Coloma e Nikolai Nekh, Snack-Bar Galeto, Lisboa (PT).

2011

Resto. Curadoria de Antonia Gaeta, Pavilhão Branco, Lisboa (PT).*
Corredor com abertura zenital. Curadoria de Antonia Gaeta, Carpe Diem Arte e Pesquisa, Lisboa (PT).

2009

Verdes Anos. Curadoria de João Pinharanda, Cinzeiro 8, Fundação EDP, Lisboa (PT).*
Acções, Propostas e Uma Intervenção. Curadoria de Antonia Gaeta e direção de Jürgen Bock, Lumiar Cité, Lisboa (PT).

2008

Vislumbre. Curadoria de Antonia Gaeta e Lourenço Egreja, Igreja de São Tiago, Óbidos (PT).

2007

Teatro del Mondo. Casa d’Os Dias da Água, Lisboa (PT).
Título Provisório. Curadoria de Antonia Gaeta e Lourenço Egreja, Espaço hALL, Lisboa (PT).

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

2019

De Outros Espaços. Curadoria de Pedro Gadanho e João Silvério, Galeria Municipal do Porto (PT).
Ponto de Fuga – obras da coleção António Cachola. Curadoria de João Laia, Galeria do Torreão Nascente da Cordoaria, em co-produção com o Museu de Arte Contemporânea de Elvas (MACE), Lisboa.
Project Room. Curadoria de Antonia Gaeta, stand da EGEAC na ARCOmadrid 2019 (ES).

2018

O que pode a arte? 50 anos de Maio de 68. Curadoria de Nuno Crespo e Hugo Diniz, Atelier-Museu Júlio Pomar, Lisboa (PT).*
Escala 1:1. Curadoria de Verónica de Mello, Tabacalera, Madrid (ES).*

2017

How To Do Things… Curadoria de Juan Luis Toboso, Lehmann + Silva, Porto (PT).
Mistake! Mistake! said the rooster… and stepped down from the duck. Curadoria de Jürgen Bock, Lumiar Cité, Lisboa (PT).
The House of Dust. Curadoria de Sébastien Pluôt, Maud Jacquin e Sylvie Boulanger, CNEAI= Pantin (FR).*
O Olhar da Sibila - Corporalidade e Transfiguração. Curadoria de João Silvério, Museu do Oriente, Lisboa (PT).*

2016

Ainda cabe uma obra de arte?, Remade in Portugal 2016. Curadoria de João Pinharanda, Museu dos Coches, Lisboa (PT).
Já reparaste como um ponto de interrogação parece uma orelha e, como a interrogação se faz escuta? Curadoria de Maria do Mar Fazenda, Atelier-Museu Júlio Pomar, Lisboa (PT).*

2014

Do barroco para o barroco – Onde está a arte contemporânea. Curadoria de Maria de Fátima Lambert, Casa-Museu Guerra Junqueiro, Porto (PT).

2013

A Natureza Ri da Cultura. Curadoria de Maria do Mar Fazenda, Museu da Luz, Aldeia da Luz (PT).*

2012

Riso / Laughter. Curadoria de José Manuel dos Santos, João Pinharanda e Nuno Crespo, Museu da Eletricidade, Lisboa (PT).*
Ça & là / This & There. Curadoria de Claude Closky, Fondation Ricard e Palais de Tokyo, Paris (FR).*
MNAA Olhares contemporâneos. Curadoria de Maria do Mar Fazenda e Filipa Valladares, Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa (PT).
Proyecto Correspondencia. Curadoria de Paula López Zambrano e Lourenço Egreja, Museo de Arte Prehispánico Rufino Tamayo, Oaxaca (MX).

2011

Rumores Sobre Una Exposición. Curadoria de Haizea Barcenilla, Espai Zer01, Olot, Catalunha (ES).*
Quatro Notas e um Não-Lugar. Convidado por Paulo Reis, 16th Bienal de Cerveira (PT).*
Da Discussão Nasce a Luz. Curadoria de Nuno Faria, Convento de Sto. António, Loulé (PT).
Color Proofs. Curadoria de João Pinharanda, m|i|mo – Museu da Imagem em Movimento, Leiria (PT).

2010

Ce Monde Impitoyable. Curadoria de Florence Ostende e Haizea Barcenilla, Module hors les murs, Orangerie do Chateau de Chamarande (FR).*
Impresiones y Comentarios, Fotografía Contemporánea Portuguesa. Curadoria de João Fernandes, Fundació Foto Colectania, Barcelona (ES).
À Travers un Cercle de Regards. Curadoria de Mathieu Kleyebe Abonnenc, galeria da Cité Internationale des Arts, Paris (FR).
The Multicultural in our Time. Curadoria de Manu Park com “Le Pavillon” Palais de Tokyo, Gyeonggi MoMA, Ansan (KR).*/ **
Service Commandé ** e Brouillon. Convidado por Boris Charmatz com “Le Pavillon” Palais de Tokyo, Musée de la Danse, Rennes (FR).
João César Monteiro, assim e não assado. Curadoria de Ana Matos, Felipa Paes de Vasconcellos e Emanuel Cameira, Convento dos Cardaes, Lisboa (PT).*

2009

Heimveh/ Saudade. Curadoria de Alda Galsterer, Plataforma Revólver, Lisboa (PT).*/ **
Entre a Realidade e a Ficção. Curadoria de Maria do Mar Fazenda, BES Arte & Finança, Lisboa (PT).

2008

Exposição em Três Tempos. Galeria Baginski, Lisboa (PT).**
Opções e Futuros. Curadoria de Miguel Amado, Fundação PLMJ, Galeria ArteContempo, Lisboa (PT).*

2007

Arte Digital, Dibujo, Instalación, Vídeo y Puertas Abiertas. Casa de Velázquez, Madrid (ES).**
La Prima. Curadoria de Antonia Gaeta, Pátio da Rua Garrett, Lisboa (PT).*

2006

From Within/ V Glup. Curadoria de João Pinharanda, Centro Nacional de Arte Contemporânea, Moscovo (RU).
Trabalhar Cansa. Curadoria de Maria do Mar Fazenda, Espaço Arte Contempo, Lisboa (PT).

2005

Prémio BES Revelação. Curadoria de Ricardo Nicolau, Museu de Serralves, Porto (PT).
Prémio EDP Novos Artistas. Curadoria de João Pinharanda, Nuno Faria e João Fernandes, Pavilhão Centro de Portugal, Coimbra (PT).
Pilot: 2. Nomeado por André Guedes, Farmiloes Building, Londres (UK).
Alojamentos. MAUMAUS, Balneário Público, Freguesia da Pena, Lisboa (PT).
Architecture as something transitory. Lumiar Cité, Lisboa (PT).
Relay. Projeto de Renée Green com a MAUMAUS, Kunstraum Innsbrück (AT).

2003

History as something transitory. MAUMAUS, InterPress, Lisbon (PT).


* publicação
** performance


PRÉMIOS

BOLSAS E PRÉMIOS

2017

Financiamento do Instituto Camões, Paris e Fondation Gulbenkian - Délégation en France para a produção da obra apresentada na exposição "The House of Dust", CNEAI =, Pantin (FR).

2014 - 2015

Bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian para residência na Künstlerhaus Bethanien, Berlin (DE).

2013

Bolsa da Association Château de Servières para a residência e produção da exposição "Marseille", Marselha (FR).

2011

Apoio a projetos de Valorização e Divulgação Artísticas da Fundação Calouste Gulbenkian para a exposição “Resto”, Lisboa (PT).

2009 - 2010

Bolsa do Palais de Tokyo para residência no programa “Le Pavillon”, Paris (FR).

2007 - 2008

Bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian para residência na Casa Velázquez, Madrid (ES).

2005

Prémio BES Revelação (PT).
Prémio EDP Novos Artistas – Menção Honrosa (PT).

RESIDÊNCIAS

2014 - 2015

Residência de 12 meses na Künstlerhaus Bethanien, Berlin (DE).

2014

Residência de 2 semanas nas instalações do Museu da Luz, Aldeia da Luz (PT).

2013

Residência de 6 semanas na Association Château de Servières, Marselha (FR).

2012

Residência de 1 semana no Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa (PT).

2009 - 2010

Residência de 8 meses no Palais de Tokyo, programa “Le Pavillon”, Paris (FR).

2007 - 2008

Residência de 6 meses na Casa Velázquez, Madrid (ES).

COLEÇÕES PRINCIPAIS

Coleção António Cachola, MACE, Elvas.
Coleção Novo Banco.
Fundação EDP.
Fundação PLMJ.

vários

LIVROS DE ARTISTA E EDIÇÕES

2018

normatone / normacolor. Ensaio visual publicado no primeiro número em papel da revista Contemporânea (PT). Editado pela curadora Antonia Gaeta, com direção de Celina Brás.

2017

PRODUCTIVITY Studio Rehearsals. Publicado por GHOST Editions (PT).

2012

Poster no catálogo “This and There”, editado por Claude Closky para o Palais de Tokyo, publicado por Presses du Réel (FR).

2010

Unrealized Projects by J. W. Thorning for the Park of Chamarande. Edição de artista.

CONFERENCIAS E SEMINÁRIOS

2018

Orador convidado da Galeria Municipal, C.M. Torres Vedras (PT).

2017

Orador convidado do CNEAI=, Pantin (FR).
Orador convidado da École Supérieur de Beaux-Arts, Angers (FR).

2015

Orador convidado nos encontros “O que um livro pode”, Espaço Re.Al, Lisboa (PT).

2014

Orador convidado da MAUMAUS Escola de Artes Visuais, Lisboa (PT).

2012

Orador convidado nas conferências “Almanaque”, ASA Forum, Guimarães (PT), convidado por André Guedes.

OUTROS PROJETOS E COLABORAÇÕES

2019

Cenografia da exposição “Visionary Architecture”, com curadoria de Antónia Gaeta. Sede da Trienal de Arquitectura de Lisboa (PT).

2018

Voz-off para o video "O Calcanhar de Aquiles" de Nikolai Nekh.

2017

Performer em “Um Saco e Uma Pedra - Peça de Dança para Ecrã”, com direção e coreografia de Tânia Carvalho.
Performer em “Newspaper Music” de Alison Knowles, CNEAI=, Pantin (FR).

2016

Assistente de Realização do filme “Planalto”, de André Guedes.
Performer em “Bouvard et Pécuchet”, de Projecto Teatral na exposição “Nenhuma Entrada Entrem”, Culturgest, Lisboa (PT).

2014

Co-criador e performer no espetáculo interdisciplinar “Modo Portátil, A Partir de Constança Capdeville”, apresentado no Centro Cultural de Belém, Lisboa (PT). Produzido por Associação Sons da Lusofonia.

2009

Performer em “O Ego da Cómoda”, convidado por Pedro Barateiro para a sua exposição individual “Teoria da Fala”, Museu de Serralves, Porto (PT).

EDIÇÕES

Fechar

Anterior

Seguinte

Project Room. Curadoria de Antonia Gaeta, ensaio para o stand da EGEAC, ARCOmadrid 2019 (ES).

FECHAR

ANTERIOR

SEGUINTE

Ramiro Guerreiro

FECHAR

ANTERIOR

SEGUINTE